AMADOS E AMADAS
PARA FALAR DAS COUSAS DO ALTO,
CADASTREM-SE

EZEQUIEL NEVES
ADMN

TIAGO E O DIDAQUÉ

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TIAGO E O DIDAQUÉ

Mensagem  Lima em 2010-01-06, 15:28

Saldações.

Irmãos trancrevi esse tópico do site CCB sem Censuras, para a análise dessa comissão.

TÓPICO PROPOSTO

O "Didaqué" é uma reunião, coletânea de ensinamentos em diferentes regiões da ásia.
E esse libreto de instruções surgiu na mesma década do livro do Apocalipse, ou seja, por volta de 95 d.C.

E o título do libreto que chamamos de "Didaqué" é...

"A Instrução dos Doze Apóstolos"

Isto significa que nossos primitivos irmãos sabiam muito bem em quem e quais livros deveriam acreditar.

Considere isto: o Tiago da Bíblia não era apóstolo.

O Tiago autor da carta que está no Novo Testamento era o irmão do Senhor. Ele não era Apóstolo. A palavra Apóstolo significa "enviado".

E ele não foi enviado a lugar nenhum. Saiu da aldeia de Nazaré para ser bispo em Jerusalém, há cerca de 120 km de distância.

Era incrédulo!

Achava que o Senhor Jesus tinha perdido o juízo.

"Porque nem mesmo os seus irmãos criam nele." (Jo 7:5)

Ele converteu-se após a ressurreição do Senhor, provavelmente nas aparições do Senhor.

Vamos encontra-lo com os discípulos orando trancado em uma casa.

"E, entrando, subiram ao cenáculo, onde habitavam Pedro e Tiago, João e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, irmão de Tiago. Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos." (At 1:13-14)

Sua carta faz parte dos livros do Novo Testamento devido ao que é chamado "apostolicidade".

O princípio da "apostolicidade".adotado na definição do canon do Novo Testamento é de que somente seriam aceitos os livros cuja autoria fosse de pessoas que foram testemunhas oculares do Senhor Jesus no exercício do seu ministério ou que escrevesse sob os auspícios de alguém que tivesse sido uma testemunha. É isto o significado de "apostolicidade". Não quer dizer, necessariamente, que deveria ser um apóstolo.

É o caso de Marcos, que escreveu sob o auspício e orientação do Apóstolo Pedro.

E de Lucas que escreveu sob a orientação de Paulo e dos demais.

Sobre a carta de Tiago.

Sua carta foi considerada de importância relativa e não era a base das instruções contidas no "Didaqué"

E só foi aceita como parte do Canon em 395 d.C., quer dizer 395 anos depois de Cristo.

O que significa que seus escritos não eram considerados pela igreja primitiva.

Uso pela Igreja Primitiva

Aparentes contradições existentes no livro de Tiago.

Esta é uma das razões para a disputa sobre a autenticidade da Missiva. A Igreja Primitiva (séculos I e II) não fazia uso regular da Epístola. Os primeiros pais da Igreja, tais como Clemente de Roma, Justino Mártir, Policarpo, Inácio, Irineu e outros, não fizeram nenhuma menção desta Epístola, nem usaram seus versículos em seus documentos.

Tiago foi mencionada claramente, pela primeira vez, por Orígenes no final do século III (285 d.C.). Somente a partir de então é que ela teve uso regular na Igreja (Grega), e passou a figurar em algumas listas e catálogos, que eram as primeiras tentativas de formação do Cânon do Novo Testamento.

Como devemos compreender Tiago?

Devemos interpretar o livro de Tiago sob a luz dos escritos dos Apóstolos e do Senhor Jesus.

Nunca interpretar os demais livros da Bíblia com os "óculos de Tiago".

Essa prática torna as Escrituras contraditórias e confusas.

FIM DO TÓPICO


Última edição por Lima em 2010-01-06, 15:33, editado 1 vez(es)

Lima

Número de Mensagens : 108
Idade : 43
Localização : Bahia
Emprego/lazer : Técnico em Eletrônica
Data de inscrição : 25/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

SIM PARA A TIAGO E SUA CARTA E NÃO PARA O DIDAQUÉ

Mensagem  Lima em 2010-01-06, 15:30

Por que o didaqué não faz parte do Cânon Sagrado? Se não está na bíblia não é a Palavra de Deus, não merece tanto crédito assim. Quem alega ter a bíblia como única regra de fé e conduta, deveria rejeitar outras fontes!

Dizer que a carta de Tiago é de importância relativa é o mesmo que dizer que ela não foi inspirada. Tudo que o Espírito Santo inspirou é de primeira importância. Para mim a carta de Tiago foi inspirada e é uma espécie de "tempero" que propicia uma relação harmoniosa entre a fé e as obras. Primeiro a fé, depois as obras. A fé aperfeiçoa as obras e as obras comprovam a fé. Jesus fala de certas pessoas que, do lado de fora das bodas, reclamavam. "Senhor em teu nome curamos os enfermos, expulsamos demônios..." aos quais Jesus disse: "Apartai-vos de me vós que praticais a iniquidade, não vos conheço". Concluímos então que essas pessoas tinham fé (operavam milagres), mas foram reprovadas pela suas obras! Logo fica comprovado que o que Tiago disse ("A fé sem as obras é morta"), em plena concordância com Cristo, se refere a salvação. A fé sem as obras pode operar milagres, mas não pode salvar seu possuidor.

Dizer que Tiago irmão do Senhor não era um apóstolo é desmentir Paulo. Veja o que ele disse: "Mas não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor." (Gál 1.19).

Realmente Tiago parece não ter empreendido nenhuma viagem. Mas a sua epístola viajou (e viaja) pelo mundo.

O ingresso na graça não vem de nós. Nenhum de nós merecíamos semelhante bênção (Jesus disse que todos que vem a Ele foram enviados por Deus). Estamos dentro dessa "arca" (Graça) cujo o porto é a salvação. Para permanecermos dentro dessa arca devemos reter a fé e praticar boas obras. Como Paulo disse: Permanecem a fé, a esperança e a Caridade (tolerância, temperança, paciência, bom porte, lealdade, etc). A Caridade é o amor explícito e concretizado em boas obras.

As boas obras por si só não salva (lembremos do centurião Cornélio). Por outro lado as más obras condenam!

Quando Paulo fala que o homem não será justificado pelas obras diz isso das obras da lei e não das obras advindas da graça. Vejam:

"Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada." (Gál. 2.16) e "Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas." (Ef 2.10)

Depois ele diz qual será a recompensa dos praticantes das boas obras e das más obras:

Romanos 2
5 Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus;
6 O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber:
7 A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção;
8 Mas a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade;
9 Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego;

Igualzinho ao que Jesus disse:

Apocalipse 22
11 Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda;
e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado
ainda.
12 E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.

Apocalipse 2
10 Não temas o que hás de padecer. Eis que o Diabo está para lançar alguns
de vós na prisão, para que sejais provados; e tereis uma tribulação de
dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.
11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer, de modo algum sofrerá o dado da segunda morte.

Esse galardão e essa coroa de que Ele fala sem dúvida alguma é a vida eterna, visto que a profecia se cumprirá na sua volta!

Concluindo: Todo mérito da nossa salvação é do Senhor Jesus. Ele nos abriu a porta que estava fechada. Quem aceitar o seu convite e entrar, pela fé, nessa porta; adquirir a esperança que também é pela fé; tiver como fruto dessa fé as boas obras (que é o amor e a prática dos mandamentos do mestre) e nisso ficar firme até a morte será salvo! Ou seja: A fé, a esperança e a caridade!
Como vemos, Tiago e sua epístola estão em harmonia com Cristo, Paulo e seus respectivos escritos.

Deus abençoe

Lima

Número de Mensagens : 108
Idade : 43
Localização : Bahia
Emprego/lazer : Técnico em Eletrônica
Data de inscrição : 25/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TIAGO E O DIDAQUÉ

Mensagem  NatanSerafin em 2010-02-08, 08:28

Lima
apenas para resgatar o tema, pois, Tiago MERECE nossa atenção especial, já que ele, ao contrário dos demais, é o mais amoroso dos apóstolos.

se o contexto de apóstolo for ENVIADO... nós todos somos apóstolos....

afinal: - Ide... por todas as nações...

Eu vou e se vou... SOU... se sou, sou o que?... APÓSTOLO?.

nós vamos... e se vamos, somos também apóstolos?....


perder-se em nomenclaturas, gerou hierarquias... e hoje vemos que a hierarquia gerou subserviencia, não a Deus, mas, ao HOMENS.....

NatanSerafin

Número de Mensagens : 58
Idade : 45
Localização : Sao Paulo - SP
Data de inscrição : 03/12/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TIAGO E O DIDAQUÉ

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum